Sobre a Frente

Para fazer com que a gastronomia de Minas Gerais passasse a ser mais notada dentro e fora do Brasil, foi criada, em Belo Horizonte, a Frente da Gastronomia Mineira, instância de discussão e articulação, um fórum participativo para reunir esforços pela defesa, preservação e promoção da Gastronomia Mineira.

A Frente da Gastronomia Mineira nasceu a partir da constatação de que existiam no Estado diversas iniciativas sendo realizadas – todas de grande relevância – sem, contudo, haver a necessária conexão entre elas. Observou-se que, ao articulá-las em um trabalho em rede, não só melhores resultados seriam colhidos, como acarretaria significativa economia de recursos financeiros e humanos.

Surgiu a proposta de organizar um grupo que reunisse representantes de instituições públicas, privadas e do terceiro setor, formadores de opinião, empreendedores, profissionais e pesquisadores do tema, e todos aqueles que tivessem interesse ou participação na cadeia gastronômica.

Criada em 14 de maio de 2014, os idealizadores da Frente trabalharam durante 12 meses para construir a unidade necessária para fortalecer o setor da gastronomia. As discussões iniciais sobre temas básicos da constituição de uma frente de trabalho evoluíram não só para a necessária formação de uma identidade, como também para a construção – a partir da consultoria do Sebrae – do Planejamento Estratégico 2015-2018, documento norteador das ações da Frente.

Foi eleita a coordenação, instalada a secretaria-executiva e criados três grupos de trabalho para tratar das temáticas priorizadas pelo coletivo: a Identificação, Valorização e Proteção dos Produtos e Modos de Fazer Tradicionais de Minas Gerais; a Defesa da Gastronomia Mineira, por meio da estratégia Advocacy e a Promoção da Gastronomia Mineira.

Diversos eventos gastronômicos receberam o apoio institucional da Frente e a divulgação deste trabalho gerou a ampliação da quantidade de membros, recebendo, a cada reunião mensal, novas e qualificadas adesões.

Debates e atividades, desenvolvidos em conjunto e voluntariamente em prol da gastronomia de Minas Gerais, são desenvolvidos mensalmente. Cada participante da Frente tem a responsabilidade de ser um facilitador na solução dos problemas junto aos poderes constituídos e trabalham permanentemente para fazer de Minas Gerais o melhor destino gastronômico brasileiro. Dentre os principais objetivos estão o de incluir o tema na agenda das políticas públicas formuladas e executadas em Minas Gerais, além de tornar toda cadeia produtiva da cozinha de Minas mais reconhecida no Brasil e no mundo.

ATUAÇÃO – Os focos de atuação da FGM são articulação, comunicação, influência e geração de informação, aplicados aos três eixos temáticos prioritários:

– Identificação, Valorização e Proteção dos Produtos e Modos de Fazer Tradicionais de Minas;
– Advocacy (defesa da Gastronomia Mineira);
– Promoção da Gastronomia Mineira

OBJETIVOS – Fomentar e promover ações estratégicas em rede de forma a dar visibilidade à gastronomia mineira, ter influência no ambiente político, gerando impactos positivos nas tomadas de decisão em prol do setor.

PLANEJAMENTO ESTRÁGICO 2014-2018 [download pdf]